Crase

Como usar a crase de forma definitiva: veja frases de exemplo!

Saber como usar a crase é muito importante de forma a evitar confusões durante a leitura. Afinal, um simples acento grave é capaz de mudar todo o contexto da frase, não é mesmo? Então chegou a hora de você dominar essa pontuação e saber, de uma vez por todas, como usar a crase.

Neste artigo vamos listar os exemplos sobre o uso da crase, e você vai se perguntar o porquê passou tanto tempo sem saber algo tão simples. Vamos lá?

Quando usar a crase?

A crase é a junção de duas vogais que ganham um acento grave e deve ser usada apenas diante das palavras femininas. Isso é regra é clara e básica: não se usa crase antes de palavras masculinas, no entanto, há exceções.

E são nessas exceções que muita gente se atrapalha. Veja as situações em que a crase é obrigatória:

Antes de palavras femininas

Sempre que houver verbos, substantivos e adjetivos que exigem a preposição ‘a’ antes de uma palavra feminina:

É importante obedecer à lei;

Seus olhos se assemelham às de sua mãe.

Em expressões de modo e circunstância

Para trazer clareza ao texto e evitar confusão e duplo sentido:

Ensino a distância;

Ensino à distância.

Ele pôs à venda o carro;

Ele pôs a venda nos olhos.

O uso de “a distância” só deve vir acompanhado de crase quando for para evitar duplo sentido, como no exemplo acima, e quando a distância for determinada. Veja abaixo:

Ele pagou um curso a distância;

Ele pagou um curso à distância de cinquenta metros.

Antes de horas

Cheguei às 20h.

Fui dormir à meia-noite.

Há exceções quando as preposições ‘para’, ‘desde’, ‘entre’, e ‘após’ anteceder as horas, pois nesse caso, não há crase.

Marquei a reunião para as 14h.

Esperei atendimento desde as 13h.

Após as 8 horas não haverá mais senha.

Antes de expressões adverbiais e locuções conjuntivas e prepositivas

O barco ficou à deriva.

Precisei sair à noite.

Amigos, amigos, negócios à parte.

OBS.: Entre as locuções prepositivas que exigem crase mesmo diante de uma palavra masculina estão “à moda de” e “à maneira de”, quando elas se apresentam de forma subtendida. Por exemplo:

Contos à Clarice Lispector (à maneira de Clarice Lispector);

Corte de cabelo à Coco Chanel (à moda de Coco Chanel).

A crase pode ser facultativa?

Sim, a crase pode ser empregada de forma facultativa, ou seja, opcional, nos seguintes casos:

Antes de pronomes possessivos:

Dei um presente à minha mãe;

Dei um presente a minha mãe.

Antes de nomes próprios femininos:

Disse a verdade à Maria;

Disse a verdade a Maria.

OBS.: segundo a norma culta, não se usa crase antes de nomes de personalidades ilustres:

Fizeram uma homenagem a Cecília Meireles.

Agora que você já sabe como usar a crase, que tal compartilhar esse aprendizado entre seus amigos nas redes sociais? Assim, todo mundo sai ganhando e colocando a crase no seu devido lugar.

 

Compartilhar este post

Precisa de ajuda? nos chame no Whatsapp.