Curso de Cuidador de Idosos

 

APRESENTAÇÃO
O curso Cuidador de Idosos visa capacitar profissionais que buscam trabalhar e/ou
empreender na área, visto que é uma das profissões mais crescente no país, diante do aumento da expectativa de vida da e envelhecimento da população.

Segundo dados do Ministério do Trabalho divulgados no final de 2018, houve um aumento de 547% no número de cuidadores de idosos no país. Trata-se da profissão que mais cresce por aqui, situação oportuna para refletirmos sobre o papel e a valorização desse profissional.

Tal crescimento é decorrente da modificação demográfica no Brasil. Os brasileiros estão envelhecendo cada vez mais e precisam de apoio no que se convencionou chamar de terceira idade. A expectativa do IBGE é que a população idosa mais do que dobre até 2050, saltando de 9,5% para 21,8% da nossa sociedade.

O envelhecimento costuma trazer consigo diversos impactos à saúde. Falamos de redução de mobilidade, maior risco de doenças crônicas, maior propensão a demências, perda de visão, necessidade de ficar acamado… Essa realidade é um desafio constante para o cuidador. Exige preparo, condições psicológicas e recursos materiais para realizar um trabalho adequado no dia a dia. Isso irá se refletir no bom tratamento e amparo dos pacientes, e no bem-estar deles de modo geral.

Até há pouco tempo, o perfil do cuidador era basicamente de pessoas próximas ao idoso, como um parente sem prática ou conhecimento básico sobre saúde. Diante das mudanças populacionais e na própria constituição familiar, o cuidador profissional vem ganhando terreno e força nos lares, sobretudo por terem respaldo técnico e saberem atender, com responsabilidade, as demandas da pessoa idosa. Hoje inclusive existem entes da família se qualificando para se tornarem cuidadores.

Como se profissionalizar em cuidador de idoso

Se você gosta de cuidar de idoso, você pode procurar por uma família que necessita do trabalho e mostrar as suas qualidades para cuidar do idoso. Para exercer essa profissão é fundamental que a pessoa tenha alguns requisitos, como: paciência, calma e agilidade, já que cuidar de idoso muitas vezes pode não ser uma tarefa muito fácil.

Afinal, muitas vezes você vai precisar dar banho, cuidar da higiene íntima na hora de ir ao banheiro e muito mais. E algumas pessoas não tem a tranquilidade e paciência de fazer este serviço, contudo deve ser algo muito bem pensado.

Afinal, o cuidador de idosos é um profissional de saúde? Apesar desse profissional ser cada vez mais solicitado, é comum nos depararmos com dúvidas como essas. Sobretudo entre aquelas pessoas que precisam dos serviços de um cuidador para ter acesso a uma assistência à saúde de qualidade.

Para esclarecer essa dúvida, é preciso conhecer bem qual o papel do cuidador e as suas funções. Além disso, é necessário saber diferenciar quais são as atividades que ele está capacitado para desenvolver.

Por isso, desenvolvemos este post para você descobrir se ele é ou não um dos profissionais de saúde. Continue lendo e saiba o que é e como atua um cuidador para idosos:

Funções do cuidador de idoso

O cuidador de idoso tem como principal função contribuir para que a vida da pessoa assistida por ele seja mais fácil e simples. Isso implica desde a ajuda na realização de pequenas tarefas diárias, tais como ir ao banheiro até apenas fazer companhia durante algumas horas do dia.

Esse tipo de ajuda contribui de maneira significativa para a melhora da qualidade de vida do idoso. Afinal, são cada vez mais frequentes os casos em que a família não pode oferecer o suporte necessário para a pessoa idosa, devido aos problemas e a rotina corrida.

Mas essas não são as únicas funções que podem ser desenvolvidas por esse profissional especializado no cuidado da pessoa idosa. Elas também envolvem outras atividades, como a ajuda na administração de medicamentos e a realização de primeiros socorros.

Técnico de enfermagem x Cuidador

Existem algumas semelhanças e diferenças entre o técnico de enfermagem e o cuidador que precisam ser levadas em consideração antes da contratação de algum desses profissionais.

De maneira geral, as principais semelhanças entre um cuidador o técnico são as seguintes:

  • cuidado com a vida – contribui para manter e estabilizar a saúde física e mental;
  • melhora do desempenho do idoso – ajuda na melhora das atividades diárias;
  • companhia para os idosos – acompanhar à consultas e na vida diária.

Por outro lado, existem algumas atividades que não podem ser desenvolvidas pelo cuidador e o profissional da saúde, elas geralmente envolvem um trabalho mais técnico e de risco para os idosos. Veja abaixo quais são elas:

  • administração de medicamentos injetáveis – as injeções intravenosas ou intramusculares só podem ser administradas por um técnicos de enfermagem ou enfermeiro e de preferência no hospital;
  • realização de primeiros socorros – apesar do cuidador ser capaz de prestar esse tipo de ajuda, o técnico pode oferecer uma assistência mais completa;
  • monitoramento das funções vitais – apenas o técnico de enfermagem pode fazer o acompanhamento a função cardíaca e respiratória do idoso de uma forma mais eficaz.

Como pode ser observado, a diferença entre um técnico de enfermagem e o cuidador está na preparação de cada um deles para a realização de atividades específicas. Em casos mais graves, obter pelos serviços de um profissional capacitado é mais indicado.

Formação do cuidador de idosos

Para ser um cuidador de idosos, é preciso fazer cursos para qualificação profissional. Por meio deles, serão ensinadas diversas formas de como cuidar de maneira adequada de pessoas com a idade mais avançada e as funções que deverá cumprir.

Ao fazer uma capacitação, o profissional estará plenamente capacitado para cuidar de idosos, independente da sua condição de saúde. No entanto, é preciso destacar que, apesar de trabalhar na área da saúde, o cuidador não é considerado um profissional de saúde.

Para isso, seria necessário que ele tivesse uma formação em um curso com profissão regulamentada. Apenas assim, ele poderia ser considerado um profissional que pertence a área da saúde.

Então, agora que você sabe quais são as principais funções de um cuidador de idosos e as semelhanças e diferenças que existem entre ele e o técnico de enfermagem, poderá fazer a contratação desse profissional com tranquilidade e segurança.

Afinal, você saberá que a pessoa idosa terá ao seu lado um profissional capacitado, apto para ajudá-la nas mais diversas atividades da sua vida cotidiana. Para saber mais sobre esse profissional e o papel que ele tem no bem-estar do idoso, não deixe de acessar o nosso site e acompanhar as publicações do Acvida sobre esse e inúmeros outros temas.

Entre os temas abordados estão os cuidados relativos à higiene e à saúde, de forma ética e humanizada, imunização do idoso, medicamentos e Primeiros Socorros. Ao término do curso o aluno estará qualificado para trabalhar em Clínicas de Repouso, Centros de Convivência e Casas Particulares, prestando os cuidados necessários à
saúde e entretenimento de idosos e/ou pessoas com limitações físicas e mentais que necessitem de cuidados especiais.

PÚBLICO ALVO

Profissionais da área, estudantes de vários níveis e áreas e pessoas interessadas no assunto.

OBJETIVO
O curso destina-se a todos os profissionais e interessados que queiram cuidar de pessoas idosas, sejam familiares ou não, objetivando melhorar a qualidade de vida na terceira idade, e adquirindo novos conhecimentos numa área que segundo o IBGE ocupa 13% da população no Brasil.

PRÉ-REQUISITOS
Possuir o ensino fundamental completo e ter mais de 18 anos

 

Clique no link a seguir e inscreva-se:

https://forms.gle/FDXUJh5hWHcwx5Lc9

Vagas limitadas.

.

Compartilhar este post

Precisa de ajuda? nos chame no Whatsapp.